Click here to edit title

Programa Interunidades de Pós-Graduação

Projetos de pesquisa do programa

Os projetos de pesquisa do programa estão concentrados na abordagem dos problemas ambientais principalmente das bacias hidrográficas da Região Metropolitana de São Paulo e da zona costeira da Baixada Santista e das bacias atmosféricas relacionadas a elas. Neste sentido, a escolha do recorte geográfico das bacias hidrográficas compatibiliza a escala espacial e temporal de estudo do PPGAAI com as das organizações públicas ambientais, por exemplo, que as adotam como unidades de gerenciamento ambiental integrado. Assim, os resultados dos projetos executados no PPGAAI deverão contribuir para atender às demandas da sociedade relacionadas à prevenção, mitigação e eliminação dos impactos ambientais.


1. Avaliação, prognóstico e diagnóstico integrado de impactos ambientais em bacias hidrográficas metropolitanas e áreas costeiras

O Estado de São Paulo concentra aproximadamente 60% de sua população (35 milhões de habitantes) nas regiões metropolitanas de São Paulo, Baixada Santista e Campinas, que por sua vez correspondem aproximadamente a 22% da população brasileira, 17% do Mercosul e 11% da América do Sul. Essas regiões metropolitanas também são responsáveis por aproximadamente 60% do PIB estadual, que é o maior do país. Todo esse desenvolvimento tem gerado consideráveis pressões sobre os recursos naturais e a saúde ambiental, e significativos conflitos socioeconômicos e ambientais, interconectados na escala de bacias hidrográficas e bacias atmosféricas a elas associadas, especialmente das unidades de gerenciamento de recursos hídricos metropolitanas do estado (UGRHI 05 - Piracicaba/Capivari/Jundiaí, UGRHI 06 - Alto Tietê, e a UGRHI 07 - Baixada Santista). Embora o Estado de São Paulo conte com avanços importantes em termos de avaliação, prognóstico e diagnóstico ambiental, as ações dos gestores ambientais ainda são insuficientes para garantir a sustentabilidade ambiental, carecendo de novas abordagens interdisciplinares no âmbito da Avaliação Ambiental Integrada. Sendo assim, o presente projeto visa:

a) Oferecer e aprimorar abordagens, técnicas e métodos interdisciplinares para identificação e caracterização de indicadores dos principais impactos e conflitos ambientais relacionados ao uso dos recursos naturais nas bacias e microbacias hidrográficas delimitadas pelas unidades de gerenciamento dos recursos hídricos das regiões metropolitanas paulistas (Campinas/Jundiaí, São Paulo e Baixada Santista).

b) Diagnosticar os componentes e processos ambientais e relacioná-los aos impactos ambientais observados, com a finalidade de aprimorar as existentes e/ou potenciais ações de monitoramento, remediação e controle ambiental nas bacias e microbacias hidrográficas delimitadas pelas unidades de gerenciamento dos recursos hídricos das regiões metropolitanas paulistas.

c) Capacitar pesquisadores e profissionais com uma visão interdisciplinar para atuar na avaliação, prognóstico e diagnóstico ambiental.


Docentes


2. Desenvolvimento e aperfeiçoamento de técnicas e indicadores de monitoramento integrado de impactos ambientais nas bacias hidrográficas

Linha de pesquisa: Monitoramento Ambiental


O grande desenvolvimento do Estado de São Paulo tem acarretado um aumento das pressões sobre o meio ambiente, onde poluentes domésticos, industriais e agropecuários são intensivamente lançados no meio, impactando as diversas matrizes ambientais (solos, sedimentos, atmosfera, águas superficiais e subterrâneas), com consequente comprometimento dos bens e serviços dos ecossistemas nas bacias hidrográficas da unidades de gerenciamento de recursos hídricos do estado (UGRHI 05 - Piracicaba/Capivari/Jundiaí, UGRHI 06 - Alto Tietê, e a UGRHI 07 - Baixada Santista). Embora esses problemas sejam alvo de atenção do poder público, constata-se que os padrões de qualidade ambiental ainda estão distantes da situação ideal, justificando especialmente o aperfeiçoamento das técnicas e indicadores de monitoramento ambiental. Sendo assim, este projeto visa:

a) Desenvolver métodos e sensores para detecção e monitoramento integrado de substâncias de interesse ambiental;

b) Desenvolver o conhecimento e aplicações de indicadores (proxies) de monitoramento integrado da qualidade ambiental, com especial enfoque para os impactos ambientais;

c) Monitorar a evolução e consequências em múltiplas escalas das alterações naturais e decorrentes das atividades antrópicas nas bacias hidrográficas metropolitanas e zona costeira do estado;

c) Compreender a dinâmica das matrizes ambientais e as suas inter-relações, contribuindo para o aperfeiçoamento das abordagens, técnicas e métodos de diagnóstico, além de orientar as ações de remediação e controle ambiental.

d) Capacitar pesquisadores e profissionais com uma visão interdisciplinar para atuar no monitoramento ambiental.


Docentes


3. Desenvolvimento de ações de controle e de técnicas de remediação de impactos ambientais nas bacias hidrográficas metropolitanas

Linha de pesquisa: Controle e Remediação Ambiental


Os problemas ambientais decorrentes do desenvolvimento do Estado de São Paulo tem estimulado grandes investimentos públicos e privados para recuperar o estado e a qualidade dos bens e serviços dos ecossistemas nas bacias hidrográficas da unidades de gerenciamento de recursos hídricos do estado (UGRHI 05 - Piracicaba/Capivari/Jundiaí, UGRHI 06 - Alto Tietê, e a UGRHI 07 - Baixada Santista). Cabe destacar os avanços recentes em termos da regulamentação de leis e normas ambientais, em especial aquelas relacionadas ao gerenciamento de resíduos, aos Comitê de Bacias Hidrográficas e ao Zoneamento Ecológico-Econômico. No entanto, a estes esforços observa-se que ainda há grande necessidade do desenvolvimento de ações de controle de impactos (desde políticas e gerenciais até operacionais) e de remediação das áreas degradadas, cuja complexidade demanda a intervenção de conhecimento interdisciplinar. Nesse sentido, o presente projeto objetiva:

a) Desenvolver e aperfeiçoar técnicas, ações e políticas que contribuam para o controle de impactos e degradação ambientais, principalmente nas bacias hidrográficas metropolitanas e zona costeira do Estado de São Paulo;

b) Desenvolver ferramentas, protocolos e padrões de qualidade ambiental para serem aplicados em curto, médio e longo prazo no controle ambiental, inclusive para adoção do poder público, na forma da lei;

c) Desenvolver e aperfeiçoar técnicas e protocolos de remediação ambiental, com a finalidade de restauração e recuperação dos bens e serviços dos ecossistemas nas bacias hidrográficas metropolitanas e zonas costeiras do Estado de São Paulo;

d) Contribuir e demandar o avanço das técnicas de diagnóstico e monitoramento ambiental, ao apontar pontos críticos para o desenvolvimento do conhecimento nestas linhas;

e) Capacitar pesquisadores e profissionais com uma visão interdisciplinar para atuar no controle e remediação ambiental.


Docentes

E-mail: [email protected]


Secretaria de Pós-Graduação - Rua São Nicolau, 210 - 5º Andar - Diadema - SP - CEP: 09913-030

Telefone: (11) 3319-3511 / (11) 3319-3516 - [email protected]